Lc 2.39-52

O que Jesus fez na sua infância?

1)      Teve família e religião

  • Família comum, com muitos amigos e que mantinham seus costumes religiosos.
  • Era um garoto sociável, visto que até era comum que estivesse entre os outros.
  • Apesar de o episódio indicar certa independência dos pais, afirma que ele lhes era obediente.
  • Aos 13 anos ele se tornaria “filho do mandamento” e se tornaria membro adulto da comunidade religiosa dos judeus. Aos 12 já estava se preparando para isso.

2)      Estava envolvido com os “assuntos de seu Pai”

  • Adolescentes são curiosos e facilmente dispersos por coisas que chamam mais sua atenção.
  • O que chamou a atenção de Jesus foi o conhecimento que tinham os mestres de Jerusalém
  • Jesus ficou pelo menos 3 dias dialogando com aqueles mestres – ouvindo, perguntando e respondendo.
  • Jesus era admirado por sua inteligência
  • Quando seus pais o encontram, já aflitos, ele responde como se tudo aquilo fosse óbvio (e, para ele, era mesmo).
  • Ele demonstra que era ali que deveria estar e era ali que deveriam procurá-lo. Onde o procuramos?
  • Não entenderam a princípio, mas Maria, mais uma vez, guardou as palavras no coração.

3)      Crescia em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens.

  • Muito se especula sobre a infância e adolescência de Jesus, pois não se tem muita informação sobre este período de sua vida. Mas o que lemos nesses poucos versículos nos dá uma idéia geral.
  • Crescimento completo: Mental (sabedoria), físico (estatura) e espiritual (graça).
  • Jesus, como humano que era, teve esse crescimento e nos deu o exemplo, como humanos que somos (Hb 2.10,17-18)
  • Não apenas diante de Deus, como se a vida e relacionamentos humanos não importassem.
  • Nem apenas diante dos homens, como se vivesse de aparência e sem relacionamento com Deus.
  • Mas diante de Deus e dos homens (Rm 14.18)
Anúncios